5 dicas do Magazine Luiza para os empreendedores

Luiza Helena Trajano falou hoje aos empreendedores no 3º Curso Exame PME

São Paulo – A empresária e presidente do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, conta que tem horror de dar conselhos, mas que pode dar dicas aos novos empreendedores. Em um vídeo gravado especialmente para o 3º Curso Exame PME – Luiza não pode comparecer pessoalmente ao evento, na capital paulista -, ela falou sobre a vantagem de empreender hoje no Brasil, a importância de acreditar no negócio e a missão que deve guiar os donos de pequenas empresas.

A empresária lembrou do poder de consumo da classe C e de como ainda há muitos mercados a serem explorados no país. “Vocês estão tendo muita sorte, porque estão vivendo em momento memorável do Brasil. Nós convivemos com mais de 18 moedas, dívidas terríveis e moratórias. A gente está aprendendo a viver no Brasil sem crise”, disse. 

Veja a seguir as dicas da empresária para os novos empreendedores.

1. Comece

“Dê o primeiro passo, faça e vá aprendendo junto com a sua equipe e com as pessoas. Medo todos nós temos. Eu também tenho medo. Mas o medo termina quando a gente tem coragem de assumir e dar o primeiro passo.”

2. Desenvolva-se

“Pense na causa, da causa, da causa em tudo que for fazer. Envolva o máximo de pessoas possível no seu projeto. Como diz o Peter Drucker, faça perguntas e desenvolva a sua capacidade de aprender. Tenha capacidade de aprender nos livros, nos cursos e com as pessoas.”


3. Pense grande (com os pés no chão)

“Trace objetivos. Quando a gente traça uma meta pequenininha, muitas vezes não consegue. Sonhe grande e aja conforme o bolso. A gente tem mania de pensar pobre e traçar coisas pequenas. E pobreza atrai pobreza. Tenha metas ousadas, mas com o pé no chão.”

4. Faça mais com menos

“Una-se a clientes, funcionários e parceiros para fazer mais com menos. A gente só vai conseguir fazer mais com menos sem ser uma competição predatória se nos unirmos. O nosso desafio é ganhar, não ter vergonha de ganhar e ter uma missão maior é que contribuir com o desenvolvimento da humanidade. A gente só faz isso se acreditar que cada um de nós é diferente.”

5. Acredite

“Acredite no seu negócio. Se você não acreditar, quem vai acreditar? Nós crescemos 28% nos últimos anos. Eu cuido de cada cliente como se fosse o primeiro e nossa luta agora é cuidar de cada loja como se fosse a primeira. Porque a gente tem que pensar global, mas agir localmente.”