Usina da CSA obtém licença ambiental após 6 anos em operação

Os órgãos ambientais do Rio de Janeiro concederam licença de operação para a usina siderúrgica CSA, após seis anos de atividade

Rio de Janeiro – A usina siderúrgica CSA recebeu licença de operação de órgãos ambientais do Rio de Janeiro, seis anos depois da empresa ter iniciado atividade na capital fluminense e após inúmeras disputas judiciais.

A concessão da licença foi publicada no Diário Oficial do Estado, liberando a usina com capacidade para 5 milhões de toneladas de placas de aço por ano funcionar em conjunto com uma termelétrica.

A usina, controlada pelo conglomerado alemão ThyssenKrupp, começou a operar em 2010 e desde então estava funcionando apenas com licença de instalação (LI) e autorização para pré-operação.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro chegou abrir uma ação no final de julho deste ano para tentar impedir a concessão da licença de operação sem que novas análises de impacto ambiental fossem feitas.