Twitter compra 11% do SoundCloud

O SoundCloud, fundado por um sueco em 2008 e com sede em Berlim, tem 175 milhões de usuários, mas ainda não é rentável

O Twitter comprou 11% do serviço de música on-line SoundCloud, que estaria a ponto de ser adquirido pelo Spotify, indicaram nesta questa-feira o jornal sueco Dagens Industri e o britânico Financial Times.

O SoundCloud, fundado por um sueco em 2008 e com sede em Berlim, tem 175 milhões de usuários, mas ainda não é rentável.

Segundo o Dagens Industri, que acessou documentos financeiros no Reino Unido sobre a transação, o Twitter comprou 11% da companhia por 70 milhões de dólares.

O Financial Times indica que o Spotify, líder mundial da música em ‘streaming’, está em “negociações avançadas” para comprar o concorrente.

Em março, o SoundCloud lançou uma oferta de assinatura para ouvir música por uma mensalidade de 9,99 dólares nos Estados Unidos e de 9,99 euros na Europa.

A nova oferta chega em um mercado muito competitivo no qual estão, além do Spotify, os americanos Apple Music, Pandora, Tidal e Napster, e o francês Deezer.

O Spotify, que em setembro ultrapassou 40 milhões de usuários pagantes e nesta quinta-feira anunciou sua chegada ao Japão, não registrou lucros anuais desde a sua criação.

Em 2014, os últimos dados disponíveis, arrecadou 17 milhões de euros e gastou 39 milhões.