Takata fecha acordo para pagar US$ 1 bi por escândalo de airbags

A fabricante japonesa de autopeças se declara culpada pelo defeito em milhões de airbags que causaram a morte pelo menos 11 pessoas

Washington – O Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira um acordo com a Takata, pelo qual a fabricante japonesa de autopeças se declara culpada pelo defeito em milhões de airbags que causaram a morte pelo menos 11 pessoas e pagará US$ 1 bilhão em multas e compensações.

A procuradora-geral do Distrito Oriental de Michigan, Barbara McQuade, informou sobre o acordo durante uma entrevista coletiva realizada em Detroit.

Ao mesmo tempo, as autoridades judiciais americanas acusaram três antigos funcionários da Takata por seu envolvimento no escândalo.