Taesa fecha acordo para ficar com participações da Cemig

Serão repassadas para a Taesa as participações detidas pela estatal mineira nas transmissoras Transleste, Transudeste e Transirapé

São Paulo – A Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa) celebrou um acordo para ficar com ativos que hoje pertencem à sua maior acionista, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Serão repassadas para a Taesa as participações detidas pela estatal mineira nas transmissoras Transleste, Transudeste e Transirapé, que em conjunto foram as Transmineiras.

Pela transferência, a Taesa pagará à Cemig R$ 76,71 milhões. Ainda pode ser pago um valor adicional de R$ 11,786 milhões, caso as Transmineiras tenham decisões favoráveis em processos judiciais que estão em curso.

O valor principal será corrigido pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e por 100% dos Depósitos Interfinanceiros (DI), a partir de 1º de janeiro de 2017.

O valor adicional será corrigido pelo DI, também acumulado a partir de 1º de janeiro. Essa reestruturação ainda terá que ser aprovada pelos acionistas da Taesa em assembleia, e terá que passar pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s