Supernavio da Vale descarrega minério em porto chinês

Entrega é feita após meses de incertezas quanto ao acesso da nova frota da mineradora ao seu maior mercado

Cingapura  – A China recebeu o primeiro supernavio da Vale carregado de minério de ferro nesta quarta-feira, segundo fontes da indústria, um avanço importante após meses de incertezas quanto ao acesso da nova frota da mineradora ao seu maior mercado.

A maior exportadora de minério de ferro do mundo está investindo bilhões de dólares na construção dos supernavios, buscando reduzir custos de envio da commodity à China mas, até agora, não tinha obtido aprovação de Pequim para que os navios nem mesmo parassem nos portos chineses.

O Berge Everest, com 388 mil toneladas, começou a descarregar o minério de ferro no porto Dalian, na China, nesta quarta-feira, e deve partir no sábado, conforme fontes dos portos.

“O navio está descarregando o minério de ferro após chegar nesta manhã. Eles irão precisar de dois dias e meio para liberar a carga”, disse um agente do porto. “Não está claro ainda quem comprará o minério”.

A Reuters Freightviews e dados independentes de portos confirmaram que o navio está ancorado no local. Fontes da indústria afirmaram que a carga é de cerca de 350 mil toneladas de minério.

Representantes da Vale na China e no Brasil não quiseram comentar o assunto. Um porta-voz da Berge Bulk, dona do navio, sediada em Cingapura, e representantes do porto não estavam imediatamente disponíveis para comentários.

A frota da Vale tem enfrentado forte oposição de armadores e siderúrgicas na China, que temem que os navios sejam um “cavalo de Troia” que a mineradora utilizará para monopolizar tanto o transporte quanto o mercado de minério de ferro às suas custas.

O primeiro supernavio da companhia, o Vale Brasil, foi obrigado a retornar no Oceano Índico em sua viagem inaugural em junho, após o governo chinês não fornecer permissão para o navio ancorar em Dalian. O navio seguiu para a Itália, na ocasião.