STJ concede liminar e Cemig segue no controle da usina de Miranda

Companhia entrou com o mandado de segurança para permanecer no controle da usina, cuja concessão venceria em dezembro

São Paulo – A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, concedeu limitar que mantém a Cemig no controle da Usina Hidrelétrica de Miranda, em Minas Gerais, até a conclusão do julgamento de mandado de segurança ajuizado pela empresa, informou a companhia em fato relevante divulgado na noite de quinta-feira.

A Cemig entrou com o mandado de segurança para permanecer no controle da usina, cuja concessão venceria em dezembro.

A elétrica mineira negocia com o governo a renovação das concessões de hidrelétricas listadas no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), incluindo a de Miranda.