Sobrevivente da “bolha”, Impsat expande seus serviços no Brasil

Empresa, com sede na Argentina, recebeu autorização da Anatel para oferecer serviços de telefonia fixa em todo o país

Uma das sobreviventes da “bolha” da internet, a Impsat vai, aos poucos, recuperando fôlego no Brasil. A empresa, que oferece serviços de transmissão de voz e dados para o segmento corporativo, recebeu sinal verde da Agência Nacional de Telecomunicações  (Anatel para operar com telefonia fixa (STFC) em todo o país. Foram investidos 1 milhão de dólares para colocar o novo serviço em operação.
 
Até então, a licença da Impsat como operadora de telefonia fixa estava restrita a quatro cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte. Agora, com a autorização da Anatel, a empresa planeja lançar seus serviços em Campinas e Porto Alegre, no próximo semestre. O próximo alvo deve ser Brasília.
 
Uma das estratégias da companhia é aproveitar a base de clientes que já utiliza os serviços de transmissão de dados da Impsat para atraí-los à telefonia fixa. “Nossa perspectiva é de que a receita com telefonia fixa triplique até o final do ano”, diz Ricardo Morales, gerente da divisão de telefonia da Impsat Brasil. Atualmente, a área responde por 4% da empresa no país.
 
No ano passado, a Impsat registrou um faturamento de 254 milhões de dólares, um crescimento de 11,5% sobre o ano anterior. Além do Brasil, a empresa também está presente nos Estados Unidos, Chile, Equador, Peru e Venezuela. No mercado brasileirohá  cerca de 4 000 clientes, que utilizam os serviços via satélite, de internet e de fibra óptica.
 
Apesar da recuperação, a empresa está em busca de um comprador. A Impsat não comenta o assunto, mas, no início do ano, encaminhou à SEC (semelhante à Comissão de  Valores  Mobiliários), nos Estados Unidos,  um comunicado confirmando que a empresa está buscando alternativas que aumentem seu valor de mercado, “incluindo uma possível venda da companhia”.
 
Fundada em 1990, na Argentina, a Impsat passou pelas dificuldades típicas das empresas que apostaram alto na onda da internet. Em junho de 2002, chegou a entrar com um pedido de concordata nos Estados Unidos, onde suas ações estão listadas. Meses depois, porém, conseguiu reestruturar sua dívida junto aos credores.