Shell assina acordo preliminar para explorar petróleo no Irã

O pré-acordo entre a estatal iraniana Nioc e a Shell inclui um projeto avaliado em algo entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões

O grupo holandês Shell assinou, nesta quarta-feira (7), um acordo preliminar em Teerã para explorar campos de petróleo e gás no Irã – disse à AFP uma autoridade iraniana do setor petrolífero.

O pré-acordo entre a estatal iraniana Nioc e a Shell inclui um projeto avaliado em algo entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões para alargar o campo de Azadegan-Sul e outro no campo da Yadavaran, ambos localizados no sudoeste do país.

Prevê-se também a exploração do campo de gás offshore da ilha de Kish, localizada no Golfo Pérsico.

“Os mercados internacionais continuam sob pressão, mas a República Islâmica [do Irã] traz estabilidade ao fornecimento energético mundial”, disse o vice-presidente da Shell, Hans Nijkamp, na cerimônia de assinatura, antecipando um “novo capítulo” nas relações de seu grupo com o Irã.

No início de novembro, a francesa Total assinou um acordo de US$ 4,8 bilhões para explorar o campo de gás de Pars-Sud, tendo sido a primeira companhia petrolífera ocidental desde o fim das sanções internacionais contra o Irã em janeiro.

Possível graças ao acordo nuclear fechado em julho de 2015 entre Teerã e seis grandes potências, o retorno de grandes grupos estrangeiros ao Irã tem sido criticado por alguns setores da economia.