Santander nega estar em negociações com o Catar

O jornal Sunday Times disse que o Santander está em discussões com a Qatar Holding, parte do fundo soberano do país, sobre a possibilidade de tais fundos tornarem-se investidores do banco

Londres – O banco espanhol Santander negou neste domingo estar em negociações com o Catar após reportagem em um jornal britânico dizer que o país está em conversas para a compra de uma participação no braço britânico do banco .

O jornal Sunday Times disse que o Santander está em discussões com a Qatar Holding, parte do fundo soberano do país, entre outros, sobre a possibilidade de tais fundos tornarem-se investidores no Santander no Reino Unido antes ou no momento de uma planejada oferta pública de ações.

“Não há conversas atualmente com o Catar sobre esta questão”, disse uma autoridade do Santander em Madri em resposta à reportagem.

A Qatar Holdings e o Santander no Reino Unido não estavam disponíveis para comentar o assunto.
O credor espanhol disse no ano passado que planeja listar sua unidade do Reino Unido, que, segundo a reportagem, é o quinto maior banco da Grã-Bretanha.

O primeiro-ministro do Catar, xeique Hamad bin Jassim bin Jabr al-Thani, que também é chefe do fundo soberano, disse em fevereiro que o

Catar estava disposto a comprar participações em credores do Reino Unido, tendo no passado colhido um lucro significativo a partir de um investimento no Barclays.

Em 2010, o Catar comprou uma participação de 5 por cento no braço brasileiro do Santander, o Banco Santander Brasil, em um negócio de 2,7 bilhões de dólares.