Samarco não paga juros de bônus de US$500 mi, diz banco

"Não recebemos qualquer dinheiro ou informação da Samarco hoje", afirmou em comunicado, nesta segunda-feira, um porta-voz do Bank of New York Mellon

São Paulo – A mineradora Samarco deixou de fazer um pagamento de juros de bônus com vencimento em 2024 previsto para segunda-feira, de acordo com informação do banco custodiante.

“Não recebemos qualquer dinheiro ou informação da Samarco hoje”, afirmou em comunicado à Reuters, nesta segunda-feira, um porta-voz do Bank of New York Mellon.

A Samarco, joint venture da Vale e da BHP Billiton, está com as operações paralisadas desde o final do ano passado, quando uma barragem de rejeitos de minério de ferro se rompeu, destruindo povoados e causando a morte de 19 pessoas, no que foi considerado também o mais grave desastre ambiental do Brasil.