SABMiller rejeita nova oferta de compra da AB InBev

A companhia disse que a maior parte do Conselho de Administração recusou a oferta e que apenas os diretores indicados pela Altria Group votaram a favor

Londres – A cervejaria britânica SABMiller rejeitou nesta quarta-feira a última proposta de compra feita por sua principal rival, a belgo-brasileira Anheuser-Busch InBev, de 42,15 libras por ação (57,36 euros).

Em comunicado, a companhia disse que a maior parte do Conselho de Administração recusou a oferta e que apenas os diretores indicados pela Altria Group, um de seus acionistas majoritários, votaram a favor da proposta.

A SABMiller, que já tinha rejeitado uma oferta de 42 libras por ação (57,15 euros) em dinheiro e uma alternativa em títulos, afirmou que a nova proposta da AB Inbev ainda “subavalia” de forma substancial a empresa, seu “selo único e inigualável”, assim como “suas perspectivas separadamente”.

A fusão de ambas as empresas geraria uma receita de 57 milhões de euros e um Ebitda de 21,4 bilhões de euros. A companhia resultante criaria a primeira cervejaria com uma capitalização de 246,1 bilhões de euros e se distanciaria de outras rivais como Diageo e Heineken.

O presidente da SABMiller, Jan du Plessis, afirmou hoje que a companhia é “a joia do setor cervejeiro” e a acusou a AB Inbev de fazer propostas “oportunistas e muito condicionais”, com elementos pensados para “deliberadamente não serem atrativos” para muitos dos acionistas.

Após a notícia de que a última oferta de aquisição foi recusada, as ações da SABMiller subiam na Bolsa de Londres 0,55%, abaixo dos 1,62% registrados pela manhã, quando a proposta ainda estava sendo avaliada pelo Conselho de Administração.