Rodopa é comprada pelos seus diretores por R$ 200 milhões

Segundo o jornal Valor Econômico, transação marca a entrada de Sérgio Longo, ex-diretor financeiro da JBS, como principal acionista da empresa de carnes

São Paulo – Depois de realizar uma captação de 100 milhões de dólares no mercado externo, a Rodopa Alimentos, especializada na produção de carnes, foi vendida aos seus diretores em uma operação que não envolveu nenhum aporte adicional de dinheiro. A informação é da edição de hoje do Valor Econômico.

Além de reforçar o caixa da empresa para financiar a aquisição, fechada por cerca de 200 milhões de reais, a captação ajudou a alongar o endividamento de curto prazo da empresa. Segundo o Valor, ele representa 80% da dívida total da companhia.

Com a operação, o principal acionista da Rodopa passa a ser Sérgio Longo, que assumiu o comando da emrpesa há três anos. O executivo é responsável pela criação da Selo Consultoria, especializada em assessorar a recuperação judicial de frigoríficos.

“Nos últimos três anos, a Rodopa aumentou significativamente a sua capacidade de produção, melhorou as margens operacionais e vem evoluindo gradualmente no segmento de food service e desenvolvimento de novos canais, que é o nosso foco. Entendemos que a emissão dos notes acontece em um momento de extrema importância para aceleração do processo de crescimento sustentável ”, afirmou Longo, em nota enviada nesta manhã à EXAME.com. 

Fundada em 1958 pela família Bindilatti, na cidade paulista de Limeira, a Rodopa é hoje o quarto maior frigorífico do país, com vendas de 759,2 milhões de reais do começo do ano a setembro. O grupo é dono de marcas como Tatuibi e Premy.

* Atualizado às 09h27 com posição da empresa