Presidente da Pfizer no Brasil deixa a companhia

Segundo a múlti, Victor Mezei comunicou sua saída no fim de maio alegando motivos pessoais

Após 11 anos à frente da Pfizer no Brasil, o executivo Victor Mezei vai deixar o comando da companhia, apurou o Estado. Em comunicado, a múlti confirmou a saída do executivo. Ainda não foi escolhido seu sucessor.

Em nota, a Pfizer informou que Mezei comunicou sua saída no fim de maio, alegando motivos pessoais. Fontes afirmam que a matriz americana não estaria satisfeita com o desempenho do executivo. Sob sua gestão, a Pfizer comprou a Teuto, estreando em genéricos.

Na sexta-feira passada, conforme antecipou o Estado, a Pfizer vendeu sua participação de 40% da companhia, com sede em Goiás, para a família Melo, que controlava o grupo desde 1986. O plano original era o contrário: a Pfizer comprar os 60% restantes da Teuto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Atualização (6/jul) — A Pfizer enviou nota a EXAME.com comentando a notícia. A empresa diz: “É infundada a afirmação de que a matriz da Pfizer não estaria satisfeita com o desempenho do executivo.”