Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Por que funcionários da Votorantim disputaram quem caminhava mais

Empresa desafiou seu time a dar pelo menos 8.000 passos por dia, como parte de programa de qualidade de vida

São Paulo – Ao checar os resultados de uma pesquisa sobre a saúde de seus funcionários, a Votorantim se deparou com um dado alarmante: mais de um terço deles era completamente sedentário.

O questionário foi aplicado em abril, junto aos 280 trabalhadores da sede administrativa do grupo, em São Paulo. A adesão era voluntária e 80% deles responderam.

Diante da constatação, a empresa resolveu se mexer (para incentivar a equipe a começar a se mexer também). Ela resolveu desafiar os empregados a darem pelo menos 8.000 passos por dia.

Para isso, criou uma competição. Os profissionais poderiam se unir em grupos de três a cinco pessoas e, após 68 dias, as equipes que conseguissem atingir mais vezes a meta de caminhada diária por integrante seriam premiadas.

Perder peso e percentual de gordura era um plus. Aqueles que toparam entrar na brincadeira, então, passaram por uma consulta com o departamento médico da companhia e partiram para o exercício. O programa foi batizado de “Mais Movimento”.

“Queríamos não só falar sobre a importância da atividade física, mas ajudar a mudar o comportamento dos funcionários, uma mudança sustentável”, diz Analu Garcia, coordenadora de Desenvolvimento Humano Organizacional, como é chamado o departamento de RH da Votorantim S.A.

Foram formadas 31 equipes, totalizando 148 participantes. Uma delas era composta pelo presidente e por diretores da companhia.

A contagem dos passos foi feita com a ajuda de um aplicativo para celular, um pedômetro. Graças a uma parceria com os desenvolvedores, a empresa conseguiu personalizar a solução para mensurar os resultados da forma como queria.

O desafio ocorreu entre o fim de setembro e o começo de dezembro. Durante esse intervalo, o escritório da companhia ficou, de fato, mais movimentado, conta Analu.

“O presidente queria fazer reunião andando e o pessoal começou a almoçar em restaurantes que ficavam mais longe para atingir a meta”, diz.

Comportamento diferente

Jorge Junqueira, consultor de investimentos da empresa, foi um dos profissionais até então sedentários que compraram a ideia. O grupo dele ficou na vice-liderança.

Ele mora há cerca de 30 minutos da sede da empresa, que fica perto do parque Ibirapuera, em São Paulo, e ia trabalhar de carro ou Uber, depois de deixar o filho de dois anos na escola. Agora, faz todo o trajeto a pé.

“O desafio foi um empurrãozinho para a gente começar a agir melhor. Até hoje tenho o app no celular e monitoro meus passos. De casa até o trabalho, ida e volta, dou uns 6.500 passos”, conta.

Junqueira diz ainda que criou o hábito de ouvir audiolivros e reportagens durante o caminho e que isso o ajudou a começar o dia mais produtivo.

“Como as equipes podiam ser formadas entre áreas diferentes, também houve muita integração na empresa. A gente tinha um grupo no WhatsApp e todo mundo sabia quantos passos cada um tinha dado por dia”, diz.

O resultado foram 42,5 milhões de passos dados ao logo dos 68 dias, 108 quilos eliminados e 1% de gordura perdido por todos os participantes, em conjunto.

As três equipes com o melhor desempenho por integrante foram premiadas com vale-compras de uma loja de artigos esportivos.

Para o primeiro lugar, o prêmio era de 500 reais por pessoa, para o segundo, de 300 reais e, para o terceiro, 200 reais.

Juntos, os três times vencedores deram 8,5 milhões de passos durante o desafio, uma média de 611.000 por pessoa.

A ideia da Votorantim é repetir a experiência em abril deste ano.

A empresa tem outros programas de estímulo à qualidade de vida. Um deles é um grupo de corrida, que foi reformulado e ganhou mais adesões durante o “Mais Movimento”.

Outro é o desconto em mensalidades de academias de ginástica no entorno do escritório. Ela também oferece dois tipos de frutas para os funcionários três dias por semana.

Funcionários da Votorantim recebem prêmio do desafio "Mais Movimento". Ao centro, a coordenadora de RH, Analu Garcia, e à sua esquerda, de azul, o consultor Jorge Junqueira

Funcionários da Votorantim recebem prêmio do desafio “Mais Movimento”. Ao centro, a coordenadora de RH, Analu Garcia, e à sua esquerda, de azul, o consultor Jorge Junqueira (Votorantim/)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fábio Medina

    Muito legal a matéria e a proposta implementada pela Votarantim. Ações como essas realmente trazem resultados significativos para melhora da saúde, engajamento dos funcionários, cultura da empresa e até na produtividade. Realizamos programas semelhantes, porém utilizando ferramentas de gamification sistematizadas que nos permitem obter relatórios e feedback de todos os comportamentos dos funcionários nos jogos. Nossos resultados em cases como, Leroy Merlin, Salomão Zoppi e outros foram muito semelhantes aos descritos nesta matéria. Quer saber mais: http://www.fabiomedina.com.br/2017/01/06/o-efeito-da-regularidade-programa-de-gamification-na-leroy-merlin/