Por dentro da sede da Ericsson, em São Paulo

Estrutura é marcada pela cultura sueca e pelos espaços de lazer. Ao lado das salas, há um clube todo equipado, para ser usado quando os funcionários quiserem

São Paulo – A sede da Ericsson, em São Paulo, não esconde as origens da empresa. Pelo contrário, muita coisa no prédio localizado na Vila Guilherme, faz parecer que ele fica na Suécia.

A construção mantém os padrões da matriz e, por isso, as janelas foram projetadas para não acumular neve, por exemplo. O detalhe faz muito sentido para o país escandinavo, mas é apenas simbólico por aqui, em terras tropicais. 

"A personalidade sueca está aqui", afirma Janaína Khatchikian, diretora de Recursos Humanos da Ericsson no Brasil. Segundo ela, o conceito social-democrata do país também é marcante na companhia.

Um dos sinais disso é o orgulho que a empresa sente do clube esportivo que mantém junto à sede. De acordo com Janaína, a Ericsson não controla nem mesmo o tempo que os funcionários gastam nas atividades de lazer naquele espaço. "A gente entende que cada um sabe da sua responsabilidade", afirma. Nas fotos, conheça mais sobre a sede da companhia.