Para incorporadora americana, crise no Brasil já é passado

Em 15 dias, Related vendeu 20 unidades do empreendimento de luxo que está sendo construído na região da Faria Lima

São Paulo – Construído a 500 metros do shopping Iguatemi, uma das regiões mais nobres da capital paulista, o residencial-boutique VHouse foi projetado para atrair investidores. Lançado em 2014 pela Related, o empreendimento recebeu 150 milhões de reais em aportes e havia, na época, a preocupação de que a crise atrapalhasse o negócio. Não foi o que aconteceu.

Em menos de 15 dias, a incorporadora americana vendeu 20 unidades do projeto, que será entregue em agosto, e se diz surpreendida pela velocidade.

O VHouse conta com uma área total de 14.000 metros quadrados – 2.000 deles destinados à área comum, composta de um lobby com galeria de arte, lounge bar, spa, piscina, solarium e amplo espaço para fitness e convivência.

Os valores das unidades, que variam de 36 até 197 metros quadrados privativos, custam entre 850.000 reais e 4,5 milhões de reais.

“Essa movimentação sinaliza o retorno dos investidores ao mercado de alto padrão”, afirma Daniela Almada, diretora de desenvolvimento imobiliário da Related Brasil, controlada pelos bilionários americanos Stephen Ross e Jorge Pérez.

Retomada de investimento

A companhia investiu 150 milhões de reais no empreendimento e a previsão é agora irá retomar os aportes em marketing do VHouse, represados desde o agravamento da crise econômica, em 2015.

Segundo a executiva, mais da metade das 303 unidades do imóvel foram comercializadas logo após seu lançamento. Até o momento, diz a diretora, o empreendimento conta com 65% dos apartamentos vendidos.

O empreendimento é o primeiro projeto erguido pelo grupo fora dos Estados Unidos desde 2008. Por lá, a companhia sediada em Miami é responsável pela construção de 80.000 unidades e tem mais de US$ 10 bilhões em projetos entre hotéis, apartamentos e casas em condomínios.

Os projetos estão espalhados por Nova York, Miami, Boston, Los Angeles, Chicago, São Francisco e Las Vegas. No exterior, o grupo tem investimentos na America Latina (México, Panamá, Argentina, Uruguai e Caribe), Índia, China e Abu Dabi.