OAS poderá receber R$ 500 mi de empréstimos da Brookfield

A OAS informou que o TJSP autorizou a empresa a receber empréstimo de R$ 500 milhões dos R$ 800 milhões negociados com a Brookfield

A OAS informou hoje (7) que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) autorizou a empresa – que está em recuperação judicial – a receber empréstimo de R$ 500 milhões dos R$ 800 milhões negociados com a Brookfield Infrastructure.

“A decisão contribui de maneira significativa para a sustentabilidade do caixa da empresa e para a continuidade das obras e dos pagamentos aos fornecedores”, disse a empresa em nota.

Dos R$ 500 milhões, R$ 200 milhões foram liberados imediatamente, enquanto R$ 300 milhões ficarão sujeitos à autorização do juiz de primeira instância responsável pela recuperação judicial. A assembleia de credores também será consultada.

O tribunal autorizou ainda a OAS a oferecer, como garantia do empréstimo, a alienação fiduciária de 18,42% de sua participação na Invepar, grupo que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos. A assembleia de credores da OAS está agendada para 14 de outubro.

A OAS é alvo da Operação Lava Jato, que investiga desvios e corrupção na Petrobras, o que resultou na interrupção das linhas de crédito à empresa. Seus clientes chegaram a suspender pagamentos e novas contratações. As agências de risco rebaixaram a nota de crédito da empresa, levando ao vencimento antecipado de suas dívidas.

A reportagem não conseguiu contato com o TJSP na noite de hoje.