O que as novas versões do Quarteirão revelam do McDonald´s

Em junho, novas versões de um dos lanches mais vendidos da rede chegam aos restaurantes dos Estados Unidos - saiba por que

São Paulo – O McDonald´s lançará, em junho, três novos tipos de lanches nos Estados Unidos, que devem chegar às lojas em substituição aos “carnudos” modelos Angus, vendidos em formatos variados por lá. Trata-se de novas versões do Quarteirão, um dos lanches de maior sucesso da rede desde sua invenção, em 1971.

Menos parrudas e mais baratas do que as versões Angus, as novidades mostram um pouco da estratégia da maior rede de fast food do mundo – a do quanto menos frescura, melhor.

A companhia, que apresentou queda de 0,6% nas vendas das mesmas lojas pelo mundo em abril , um índice essencial para redes de varejo avaliarem a perpetuidade de sua operação, decidiu fazer a mudança para alavancar as vendas – e, claro, ver se a iniciativa foi boa o suficiente para ser replicada em outros países.

Além disso, a troca deve diminuir o custo por lanche, que sofreu modificações severas no ano passado, com o aumento de preço da carne bovina exportada. Tal escalada acaba sendo um entrave tanto para redes de fast food, cujo negócio é vender lanches fartos por preços baixos.

Aliada a isso, a empresa e as concorrentes enfrentam o desafio de um cenário, digamos, menos apetitoso do ramo de fast food. Primeiro, pela mudança de habito de consumo, que vem fazendo com que as redes limitem seus crescimentos. Segundo, pela batalha da boa imagem desses produtos combatida por defensores de alimentação saudável.

A saída do Angus

O Mc Donald´s decidiu, então, repensar alguns de seus produtos e passou um ano analisando seu próprio cardápio, como contou Greg Watson, vice-presidente sênior da equipe de inovação do menu do McDonald´s dos EUA, em uma entrevista recente.

Nessa toada, viram que o Quarteirão, apesar um dos “lanches-chefes” da rede, nunca tinha sofrido nenhuma novidade alteração na receita – e já era hora de mudar isso.
“Uma vez que nós criamos estes hambúrgueres, não vemos a necessidade de continuar com a linha Angus”, disse Watson.

Os itens Angus estavam entre os mais caros de seus menus americanos, vendidos a cerca de 5 dólares cada. A ideia com a troca é oferecer versões que vem com carnes maiores e mais apetitosas e diferentes tipos de pães do tradicional Quarteirão.

A preocupação dos analistas agora é saber se a rede estará privilegiando apenas as vendas, mas perdendo receita com a novidade. Porém, Watson garante que não. A modificação seria uma tentativa da rede crescer em meio a todos os desafios.

Os três novos lanches foram testados em restaurantes de Sacramento, na Califórnia, e Toledo, Ohio, nos últimos nove meses, antes de chegar aos restaurantes em junho. Resta saber quando as novidades virão –e se virão – para o Brasil e outros países.