São Paulo – Enquanto ameaça processar o Ministério Público e exigir que os procuradores paguem uma multa por “bagunçar” a Justiça, a TelexFREE se ocupa de assuntos mais prosaicos. A empresa contratou a dupla sertaneja Bruno e Marrone para três shows em um cruzeiro de três dias em dezembro.

De acordo com o portal iG, a TelexFREE teria pago um cachê de 500.000 reais à dupla, em duas parcelas. Fotos da dupla gravando em um estúdio e autografando camisetas da empresa foram divulgadas na página oficial da TelexFREE no Facebook.

Batizada de Extravaganza, a festa será realizada em um navio da MSC Cruzeiros, segundo o iG.

Acusada de operar uma pirâmide financeira pelo Ministério Público do Acre, a TelexFREE teve suas operações suspensas pela Justiça em junho. A empresa se defende, afirmando que é uma prestadora de serviços de VoIP (voz sobre IP) e que opera por um sistema de marketing multinível.

Nesta quinta-feira, a Justiça do Acre negou o recurso do Ministério Público para reverter o ônus da prova, o jargão jurídico para indicar que, neste processo, cabe aos procuradores a obrigação de provar as acusações que apresentaram contra a TelexFREE.

Tópicos: Justiça, Pirâmides financeiras, TelexFREE