Belo horizonte - A Samarco se prepara para voltar a operar em Mariana. Menos de quatro meses depois do rompimento da barragem da empresa no município, a mineradora entrou com pedido na Secretaria de Estado de Meio Ambiente para usar duas cavas - buracos que se formam depois que determinado ponto da mina se exaure - como depósito de rejeitos.

Conforme o responsável pela área de licenciamento da pasta, Geraldo Abreu, a solicitação é o primeiro passo para a retomada das atividades na região. "O segundo seria um pedido para suspensão do embargo feito pelo Estado depois da queda da barragem", disse.

Não há prazo para a resposta, mas os procedimentos requeridos podem levar um ano para serem finalizados.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tópicos: Mariana (MG), Mineradoras, Empresas, Samarco