Paris - A fabricante de equipamento de telecomunicações Alcatel-Lucent divulgou receitas maiores no terceiro trimestre auxiliada por crescimento na casa de dois dígitos no muito lucrativo mercado norte-americano, conforme a empresa corre para cortar custos para encerrar seis trimestres consecutivos de perdas.

O presidente-executivo da empresa, Michel Combes, que assumiu o posto em abril, está buscando racionalizar o grupo para focar produtos de banda larga fixa e conexões móveis de alta velocidade, conforme corta o quadro de funcionários em 10.000 postos para economizar 1 bilhão de euros até 2015.

As receitas no terceiro trimestre cresceram 7 por cento em uma base cambial constante e 1,9 por cento em base reportada para 3,67 bilhões de euros (5,05 bilhões de dólares).

O grupo divulgou perdas líquidas de 200 milhões de euros, e teve uma margem bruta de 32,6 por cento, alta ante os 27,8 por cento do ano passado.

Os Estados Unidos, onde a Alcatel e a Ericsson são as empresas dominantes, tem sido a salvaguarda do grupo pois os fornecedores chineses são essencialmente barrados do mercado por preocupações com segurança.

Tópicos: Empresas, Alcatel-Lucent, Empresas francesas, Empresas de tecnologia, Balanços, Cortes de custo empresariais, Gestão, Lucro, Telecom, Setores, Telecomunicações