Madri - O lucro da companhia de energia espanhola Iberdrola, que tem operações no Brasil, subiu 0,7% no primeiro trimestre, para 1,02 bilhão de euros, após a fraca demanda na Espanha ter sido compensada pela produção maior na América Latina e nos Estados Unidos. Os resultados ficaram amplamente em linha com as previsões dos nove analistas da Factset.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) subiu para 2,37 bilhões de euros no primeiro trimestre, de 2,27 bilhões de euros no mesmo período do ano passado, ficando também praticamente em linha com as projeções dos analistas, que esperavam Ebitda de 2,33 bilhões de euros.

As vendas da companhia subiram para 9,33 bilhões de euros no primeiro trimestre, de 8,48 bilhões de euros no mesmo período do ano passado. A produção da companhia subiu 7,7% na América Latina no primeiro trimestre e avançou 29,2% nos EUA.

A Iberdrola tem procurado se expandir na América Latina, em particular no Brasil, onde a companhia tem buscado acumular uma participação majoritária na Neoenergia. A Iberdrola espera combinar a Neoenergia com a Elektro Eletricidade e Serviço que foi comprada pela companhia espanhola em 2010. O Ebitda da Iberdrola no Brasil mais que dobrou no primeiro trimestre, devido principalmente à inclusão da Elektro nos resultados. As informações são da Dow Jones.

Tópicos: América Latina, Balanços, Iberdrola, Empresas espanholas, Lucro