São Paulo – A Petrobras bateu em 2015 seu recorde de prejuízo, de R$ 34,8 bilhões. Só não superou o maior prejuízo da história da bolsa – este ainda está com a Vale, com R$ 44,2 bilhões negativos no mesmo ano.

As informações são da consultoria Economática, que ainda aponta a o resultado da Gerdau de 2015 como o 19º entre os 20 piores da história das companhias abertas no país.

O valor de mercado da Petrobras, em 21 de março, foi de R$ 121,4 bilhões, valor R$ 20,1 bilhões superior ao registrado em dezembro de 2015.

Porém, quando comparado ao pico atingido pela companhia na bolsa, o valor de mercado da petroleira está quatro vezes menor – era de R$ 510,4 bilhões em 21 de maio de 2008.

Confira, a seguir, os 20 maiores prejuízos, ajustados pelo ICPA de 2015*, das companhias listadas na BM&F Bovespa, de acordo com a Economática.

  Empresa Setor Prejuízo* Ano
1 Vale Mineração R$ 44,2 bilhões 2015
2 Petrobras Petróleo e Gás R$ 34,8 bilhões 2015
3 Nacional Banco R$ 26,4 bilhões 1995
4 Banco do Brasil Banco R$ 24,8 bilhões 1996
5 Petrobras Petróleo e Gás R$ 23,8 bilhões 2014
6 OGX Petroleo Petróleo e Gás R$ 20,5 bilhões 2014
7 Nova òleo Petróleo e Gás R$ 19,8 bilhões 2014
8 Banco do Brasil Banco R$ 15,3 bilhões 1995
9 Banestado Banco R$ 8,8 bilhões 1998
10 Eletrobras Energia Elétrica R$ 8,5 bilhões 2012
11 Cesp Energia Elétrica R$ 7,5 bilhões 2002
12 Eletrobras Energia Elétrica R$ 7,4 bilhões 2014
13 Aracruz Papel e Celulose R$ 6,5 bilhões 2008
14 Savarg Transporte e Serviço R$ 6,31 bilhões 2002
15 Nord Brasil Banco R$ 6,3 bilhões 2001
16 Banespa Banco R$ 5,5 bilhões 2000
17 Cesp Energia Elétrica R$ 5,4 bilhões 1990
18 Oi Telecomunicações R$ 4,8 bilhões 2014
19 Gerdau Siderurgia & Metalúrgica R$ 4,5 bilhões 2015
20 OSX Brasil Veículos e Peças R$ 4,4 bilhões 2014

Tópicos: Economática, Empresas, Petrobras, Capitalização da Petrobras, Estatais brasileiras, Petróleo, gás e combustíveis, Empresas brasileiras, Empresas estatais, Empresas abertas, Indústria do petróleo, Prejuízo, Vale, Siderúrgicas, Mineração