Osklen, a marca de inverno que nasceu no Brasil

S%26atilde;o Paulo - Aos 25 anos, o m%26eacute;dico ga%26uacute;cho Oskar Metsavaht aceitou o desafio de participar de uma expedi%26ccedil;%26atilde;o ao monte Aconc%26aacute;gua, na Cordilheira dos Andes. Entre suas responsabilidades estava a procura de uma roupa adequada para o grupo de alpinistas. Sem encontrar nenhuma alternativa no Brasil, fez manualmente dez casacos com um tecido ideal para pr%26aacute;tica de esportes de inverno, desenvolvido por ele. Imperme%26aacute;vel, o tecido mantinha o corpo aquecido e permitia a evapora%26ccedil;%26atilde;o do suor.

Na volta da viagem, Metsavaht teve de fazer mais casacos a pedidos de amigos. Tr%26ecirc;s anos depois, em 1989, ele decidiu abrir a primeira loja da marca Osklen e, se vender roupas para neve no Brasil j%26aacute; soava estranho, Oskar tornou a situa%26ccedil;%26atilde;o ainda mais inusitada: a loja foi aberta na praia de B%26uacute;zios, no Rio de Janeiro Al%26eacute;m dos casacos, o cat%26aacute;logo inclu%26iacute;a tamb%26eacute;m mochilas, camisetas e bermudas para um p%26uacute;blico que frequentava a praia fluminense, mas tamb%26eacute;m visitava pa%26iacute;ses frios. Hoje, Osklen %26eacute; tida como uma grife internacional de luxo com presen%26ccedil;a na Europa, Estados Unidos e %26Aacute;sia.

Tópicos: Concorrência, Inovação, Lucro, Vendas