São Paulo - A Odebrecht deverá pagar pelo menos 6 bilhões de reais em acordos relacionados à Lava Jato.

Segundo o jornal Valor Econômico, o valor seria a soma da indenização na esfera criminal por danos causados à Petrobras e da multa que for aplicada por práticas contra a ordem econômica e livre concorrência.

A indenização paga à Petrobras, decorrente do prejuízo causado pelos crimes de corrupção, será de 240,79 milhões de reais, decretada ontem pelo juiz federal Sérgio Moro. Ele também sentenciou Marcelo Odebrecht a 19 anos e 4 meses de prisão.

Além disso, a empresa também pode ter que pagar um acordo de leniência, que é uma espécie e delação premiada para empresas.

O acordo é feito em casos de empresas que interferem na livre concorrência, no caso por conta do pagamento de propinas.

Caso a empresa opte pelo acordo para ajudar nas investigações e caso e Marcelo Odebrecht aceite fazer delação premiada, o pagamento desse acordo poderia chegar a bilhões de reais, afirmou o jornal.

A Odebrecht ainda corre risco de ser processada nos Estados Unidos, com multas de milhões de dólares, afirmou a Folha de S.Paulo.

Tópicos: Corrupção, Escândalos, Fraudes, Marcelo Odebrecht, Odebrecht, Empresas, Empresas brasileiras, Operação Lava Jato, Petrobras, Capitalização da Petrobras, Estatais brasileiras, Petróleo, gás e combustíveis, Empresas estatais, Empresas abertas, Indústria do petróleo