São Paulo - Acredite se quiser: o McDonald's aconselhou seus funcionários a evitarem comidas chamadas de fast food.

O caso ocorreu em posts no site McDonald's Mc Resources Line, voltado apenas aos trabalhadores da rede, com notícias da empresa, dicas de lazer e conselhos nutricionais.

Em um dos textos divulgados pela NBC News Business, a companhia afirma que “fast foods, na maioria das vezes, têm calorias muito altas, gordura, açúcar e sal” e, numa outra oportunidade, chega a explicar que um combo muito parecido com o famoso Big Mac é uma escolha que faz mal à saúde.

Grande parte dos posts é destinado aos funcionários que possuem problemas de saúde, como pressão alta, diabetes e doenças cardíacas, para que eles passem a se alimentar melhor.

O outro lado

Aqui no Brasil, a Justiça determinou no início deste ano que a Arcos Dourados, principal franquia do McDonald's no país, ajustasse a jornada de trabalho dos funcionários.

Uma das alegações era justamente a segurança alimentar dos empregados, já que eram obrigados a trocar uma refeição diária por fast food, o que implicaria em prejuízos à saúde.

Tópicos: Alimentos, Trigo, Gestão de negócios, Gestão, Empresas, McDonald's, Alimentação, Comida rápida, Hotelaria e Restaurantes, Empresas americanas, Comércio, Franquias, Saúde