O diretor de Controle de Qualidade da Volkswagen, Frank Tuch, renunciou ao cargo na sequência do escândalo causado pela manipulação das emissões de gases poluentes. A Volkswagen informou hoje (8) que Tuch, 48 anos, deixa a companhia voluntariamente e será substituído por Hans-Joachim Rothenpieler a partir de 15 de fevereiro.

Rothenpieler se reportará diretamente ao presidente de Volkswagen, Matthias Müller.

A Volkswagen fez alterações nos cargos executivos desde que veio à tona o escândalo sobre manipulação das emissões de gases poluentes. A empresa reduziu para metade o número de diretores que se reportam diretamente ao presidente.

Tuch dirigia o Controle de Qualidade da Volkswagen desde 2010, tendo sido nomeado pelo presidente anterior, Martin Winterkorn, que se demitiu na época da divulgação do escândalo.

Antes disso, o diretor tinha trabalhado na DaimlerChrysler e na Porsche, igualmente em posições de controle de qualidade e também como diretor técnico.

Tópicos: Efeito estufa, Escândalos, Fraudes, Volkswagen, Empresas, Montadoras, Empresas alemãs