Aguarde...

Celulose | 26/03/2012 09:02

Lucro líquido da Suzano cai para R$ 208 mi no quarto tri

Patamar ficou abaixo dos R$ 250,6 milhões obtidos um ano antes

Germano Lüders/EXAME.com

Plantação e corte de eucaliptos da Suzano de Papel e Celulose

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 415 milhões no quarto trimestre

São Paulo - A Suzano Papel e Celulose apresentou nesta segunda-feira lucro líquido de 208,1 milhões de reais, 17 por cento menor na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou a empresa nesta segunda-feira.

Em relação ao trimestre imediatamente anterior, no entanto, a companhia reverteu um prejuízo de 425,6 milhões de reais.

"O lucro líquido foi impactado positivamente pela variação cambial, despesa financeira, depreciação e exaustão; e negativamente pelo imposto de renda e contribuição social diferidos", afirmou a empresa no balanço.

Já no fechado do ano passado, o lucro despencou para 29,9 milhões de reais, contra ganho de 769 milhões em 2010, após o prejuízo no terceiro trimestre.

A geração de caixa operacional, medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), somou 415 milhões de reais no quarto trimestre, alta de 3,8 por cento ante o mesmo intervalo em 2010, com a margem caindo de 33,4 para 31,1 por cento.

Em 2011 como um todo, o Ebitda recuou 24,5 por cento, para 1,3 bilhão de reais, com margem de 26,8 por cento.

A receita líquida, enquanto isso, alcançou 1,336 bilhão de reais nos três meses até dezembro, aumento anual de 11,8 por cento. No ano, houve alta de 7,4 por cento, a 4,847 bilhões de reais.

O resultado veio com incremento de 24,8 por cento e de 13,8 por cento nas vendas do trimestre e do ano, respectivamente, enquanto a produção cresceu 20,2 por cento entre outubro e dezembro e 13,3 por cento em 2011.

A Suzano informou ainda que o investimento previsto para este ano foi reduzido para 3,5 bilhões de reais. No último ano, os aportes somaram 3,2 bilhões de reais.

A companhia encerrou 2011 com dívida líquida de 5,47 bilhões de reais, equivalente a 4,2 vezes o Ebitda, ante 3,421 bilhões em 2010.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados