Nova York - O Walmart divulgou hoje que teve lucro líquido de US$ 4,57 bilhões no quarto trimestre de 2015, menor que o ganho de US$ 4,97 bilhões registrado em igual período do ano anterior.

Na mesma comparação, o lucro por ação diminuiu para US$ 1,43, de US$ 1,53. Com ajustes, o ganho por ação ficou em US$ 1,49. O grupo varejista norte-americano havia previsto lucro por ação de US$ 1,40 a US$ 1,55.

A receita teve queda anual de 1,4% no último trimestre, a US$ 129,7 bilhões, abaixo da previsão de US$ 130,96 bilhões de analistas consultados pela Thomson Reuters. Desconsiderando-se efeitos cambiais, a receita cresceu 2,2%.

Às 10h53 (de Brasília), as ações do Walmart operavam em forte queda no pré-mercado em Nova York, de 4,02%.

Para o trimestre atual, o Walmart prevê ganho por ação de US$ 0,80 a US$ 0,95, ante a projeção recente de US$ 0,90 por ação dos analistas.

A varejista agora espera que as vendas fiquem "relativamente estáveis" este ano. Antes, sua previsão era de crescimento de 3% a 4% nas vendas, no conceito de taxas de câmbio constantes.

Para o lucro de 2016, o Walmart prevê US$ 4 a US$ 4,30 por ação, o que seria menor que o ganho de US$ 4,57 por ação do ano passado. Analistas projetam lucro ajustado de US$ 4,17 por ação.

A empresa também informou que elevou seu dividendo anual em 2%, a US$ 2 por ação.

Tópicos: Ações, Lucro, Walmart, Supermercados, Varejo, Empresas, Comércio, Empresas americanas