Aguarde...

Banco | 25/04/2012 08:21

Lucro do espanhol BBVA cai 13% para 1,01 bi de euros

Os resultados do segundo maior banco da Espanha por ativos foram afetados pela rendimento menor com negociações e os custos mais altos

Clarissa Mangueira, do

Carlos Alvarez/Getty Images

Grupo BBVA

Os resultados do BBVA refletiram o enfraquecimento da economia da Espanha, onde o banco lucrou 229 milhões de euros, resultado inferior ao obtido na América Latina

Madri - O Banco Bilbao Vizcaya Argentaria SA (BBVA), segundo maior banco da Espanha por ativos, disse que seu lucro líquido caiu 13% no primeiro trimestre, para 1,01 bilhão de euros, de 1,15 bilhão de euros no mesmo período do ano passado, afetado pela rendimento menor com negociações e os custos mais altos que ofuscaram um aumento da rendimento de suas atividades de empréstimos principais.

O lucro líquido proveniente de juros subiu 13%, para 3,60 bilhões de euros, impulsionado por um aumento de 24% nos empréstimos na América do Sul e uma alta mais modesta de 7,5% dos empréstimos no México. Na Espanha, os empréstimos recuaram 1,7%, mas o banco compensou o declínio por meio da cobrança maior pelo dinheiro que empresta.

O lucro líquido e o lucro líquido com juro superaram as expectativas dos analistas de 912 milhões de euros e de 3,5 bilhões de euros, respectivamente.

Os resultados do BBVA no primeiro trimestre refletiram o enfraquecimento da economia da Espanha, onde o banco lucrou 229 milhões de euros no período. O valor foi menor que o lucro de 430 milhões de euros registrado no México, de 370 milhões de euros na América do Sul e de 299 milhões de euros na divisão Eurásia, que inclui uma participação em bancos na Turquia, Hong Kong e China. O lucro do banco na divisão dos Estados Unidos totalizou 115 milhões de euros no primeiro trimestre.

O BBVA disse que reservou 1,09 bilhão de euros no primeiro trimestre para cobrir perdas com empréstimos, uma alta de 6% em relação ao valor reservado no mesmo período do ano anterior. O banco também afirmou que reservou 222 milhões de euros para refletir uma deterioração do valor de seus ativos relacionados a imóveis no primeiro trimestre.

O BBVA acrescentou que está aumentando seus níveis de capital. O nível de capital core Tier 1 do banco subiu para 10,7% no fim de março, de 8,9% no mesmo período do ano passado e de 10,3% no quarto trimestre de 2011. As informações são da Dow Jones.

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados