A gaúcha Laticínios Bom Gosto e a paranaense Líder Alimentos anunciaram nesta segunda-feira a fusão de suas operações com o objetivo de aumentar a presença no mercado nacional e expandir os seus negócios para o exterior.

"Dessa associação, que estabelece a união dos ativos e o aporte de recursos do BNDES, resulta a quarta maior empresa em volume de captação de leite no país, com um faturamento previsto para o próximo ano de 1,5 bilhão de reais", diz o comunicado.

As duas empresas são conhecidas pela produção no setor de lácteos e de sucos e alimentos de soja. Juntas somam um volume de produção de três milhões de litros por dia, que correspondem a 1,1 bilhão de litros por ano. As empresas têm 2,6 mil funcionários, 26,5 mil produtores integrados, 17 unidades industriais localizadas no Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul e 22 postos de captação e resfriamento de leite. Além das marcas Bom Gosto e Líder, contam com outras tradicionais no mercado de laticínios do país, como DaMatta, Sarita, Corlac, Boa Nata, São Gabriel.

"A fusão das operações, amadurecida ao longo de 12 meses, contempla um modelo de gestão compartilhada. Os planos de investimentos serão mantidos e envolvem mais de 56 milhões de reais até a metade de 2009. Além disso, estão sendo aplicados 30 milhões de dólares na construção de uma fábrica no Uruguai, com capacidade inicial de processamento de 400 mil litros por dia, que será a primeira fábrica brasileira de laticínios a se instalar fora do país", afirmam os responsáveis pelo negócio.


As empresas

A Laticínios Bom Gosto iniciou suas atividades de beneficiamento de leite em 1993, em Tapejara (RS). O objetivo era industrializar a matéria-prima produzida na região norte do Estado. A partir do ano 2000, a empresa iniciou o processo de ampliação de sua linha de produtos, com a instalação de uma planta industrial para fabricação de leite longa vida (UHT), leite condensado e concentrado, creme de leite e achocolatado, atingindo uma capacidade de processamento de até 1 milhão de litros por dia. Atualmente, a empresa conta com 1,2 mil funcionários e cerca de 12 mil produtores integrados no Rio Grande do Sul, além de 34 cooperativas parceiras.

Hoje, a Bom Gosto possui uma capacidade de produção de 2,5 milhões de litros por dia, que correspondem a 700 milhões de litros por ano. Para este ano, a empresa prevê um faturamento em torno de R$ 800 milhões, e já projeta chegar a R$ 1,5 bilhão em 2009 com a fusão.

A Líder Alimentos foi fundada em 1980, em Lobato (PR), pelos irmãos Agenor e Aparecido Stuani, inicialmente dedicada à produção de queijos. Em 1988, foram adquiridas mais duas unidades industriais, uma em Nova Esperança (PR) e outra em Cruzeiro do Sul (PR), destinadas à fabricação de queijos e leite pasteurizado. E em agosto de 1994, a empresa iniciou a construção de uma nova fábrica em Lobato (PR), para produção de leite longa vida, que começou a operar em julho do ano seguinte.

Em 2004, a empresa iniciou a fabricação de queijos em Crissiumal (RS), onde aplicou 4 milhões de reais. E em 2007, realizou investimentos na ordem de 15 milhões de reais na ampliação da fábrica de Lobato, com o ingresso no segmento de sucos e alimentos à base de soja. Quatros anos depois, investiu 35 milhões de reais na compra da Saga Agroindustrial, em São Gabriel do Oeste (MS) e nas operações da Coomleite, em Campo Grande (MS), além da Mineiro Novo, em Nova Andradina (MS).

Tópicos: Alimentação, LBR, Bom Gosto, Empresas, Fusões, Fusões e aquisições