São Paulo - A empresa aérea Gol acertou com sua controlada Smiles acordo para venda antecipada de até 1 bilhão de reais em passagens aéreas até o final de junho de 2017, mediante o cumprimento de medidas de fortalecimento de sua liquidez.

Uma primeira parcela do total terá valor de 376 milhões de reais e o restante será pago até o final de junho de 2017.

As medidas de fortalecimento da Gol incluem redução de pousos e decolagens, suspensão de destinos, devolução de aeronaves e postergação de recebimento de aviões.

As ações da Gol avançavam com força desde o início do pregão e do anúncio nesta sessão. O papel fechou em alta de 15,4 por cento, a 2,17 reais. Já as ações da Smiles inverteram de sinal após o anúncio e recuaram 3,45 por cento.

Entre as medidas citadas pela Gol está ampliar a projeção de corte de pousos e decolagens este ano.

A Gol agora quer reduzir isso em "pelo menos 6 por cento" ante estimativa informada no início de dezembro de que planeja redução de 4 e 6 por cento.

Nesta sexta-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil informou que a demanda por voos domésticos no Brasil em janeiro caiu 3,8 por cento sobre um ano antes, enquanto a oferta recuou 2,16 por cento.

A Gol ainda afirmou que alterou o cronograma de recebimento de aeronaves da Boeing entre 2016 e 2017 de 15 para 1, vai suspender sete destinos operados até o fim de 2015 e vai devolver 5 aviões que estavam em regime de arrendamento.

A companhia não informou de imediato o impacto financeiro das medidas de fortalecimento de liquidez e os efeitos para o endividamento dos recursos a serem obtidos com a Smiles.

A Gol programou a divulgar seu resultado de quarto trimestre em 23 de março.

Até o terceiro trimestre, a relação entre a dívida líquida ajustada e o lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e aluguel de aeronaves (Ebitdar) estava em 9,2 vezes, ante 4,9 vezes no terceiro trimestre de 2014.

Tópicos: Aviação, Setores, Setor de transporte, Balanços, Gol, Empresas, Empresas brasileiras, Serviços, Companhias aéreas, Passagens aéreas, Smiles, Programas de fidelidade, Vendas