São Paulo - A gigante sueca Ikea revelou planos para substituir as embalagens plásticas à base de poliestireno que utiliza em alguns produtos por uma alternativa ecológica feita de um material à base de cogumelos, que é completamente biodegradável.

O anúncio foi feito durante evento recente pela diretora de sustentabilidade da empresa no Reino Unido, Joanna Yarrow. "Estamos à procura de alternativas inovadoras para materiais, tais como a substituição de nossas embalagens de poliestireno por micélio, embalagens de fungos", disse ela. A investida vem ao encontro dos esforços da ampresa para reduzir o desperdício e aumentar a reciclagem.

Nos cogumelos, os micélios formam a estrutura das raízes e são compostos por milhões de pequenas fibras. As fibras se ligam entre si com a quitina, uma substância também presente na casca de alguns animais, como os insetos. O resultado é um 'plástico natural' produzido pelos fungos. 

A empresa americana Ecovative, com sede em Nova York, é a desenvolvedora do produto. Eles fizeram com que o micélio crescesse perto de resíduos limpos da agricultura, como palha de milho ou caules.

Divulgação

Embalagem feita de cogumelo da empresa Ecovative

Embalagem feita de cogumelo da empresa Ecovative: material sustentável e inovador tem futuro promissor.

Em poucos dias, as fibras do fungo ganham uma forma sólida que se ligam aos resíduos formando uma massa. A forma resultante é submetida então a um processo de secagem, o que evita que ele cresça mais.

Yarrow disse que a Ikea considera usar a embalagem de cogumelo porque muitos produtos de poliestireno não podem ser facilmente reciclados.

O poliestireno é uma substância que leva milhares de anos para se decompor, enquanto o material feito de micélio pode ser enterrado no jardim, onde se biodegrada dentro de semanas.

Embora a Ikea ainda não tenha confirmado se sua intenção vai virar realidade em breve, a embalagem de cogumelo é, sem dúvida, um material sustentável promissor. O jornal britânico The Telegraph relata que a gigante da informática Dell usa o produto da Ecovative para embalar seus grandes servidores e que outras empresas do Reino Unido também estudam usar a embalagem ecológica. 

Em Nova York, onde a Ecovative tem uma fábrica, o material à base de micélio foi empregado como "tijolos ecológicos" em uma instalação vencedora do Programa de Jovens Arquitetos do MoMA, em 2014, desenhado pela firma The Living. Ao que parece, o céu é o limite para os cogumelos. 

Divulgação/ The Living

Cogumelos como "tijolos ecológicos": instalação vencedora do Programa de Jovens Arquitetos do MoMA ,em 2014.

Cogumelos como "tijolos ecológicos": instalação vencedora do Programa de Jovens Arquitetos do MoMA ,em 2014.

Tópicos: Ikea, Varejo, Inovação, Lixo, Meio ambiente, Móveis, Reciclagem , Sustentabilidade, Tecnologia