São Paulo - Fechar um negócio custa caro. No caso das fusões fechadas em 2013, cerca de 50 milhões de dólares, segundo o estudo The right combination: Managing integration for deal success, da EY.

De acordo com a pesquisa, o valor médio dos negócios anunciados em 2013 foi de 342 milhões de dólares e os custos com a integração chegaram a 14% desse montante.

No Brasil, os custos de integração operacionais são inferiores aos encontrados em outros países, pois se observa que no país a maioria das empresas dá foco mais forte nos esforços antes da aquisição e não depois, disse o estudo. 

"Ainda não são observados custos com integração em níveis elevados como em outros países por aqui. Isso porque, desde janeiro de 2012, foram realizadas centenas de transações de valor inferior a 100 milhões de dólares", afirmou Sérgio Menezes, sócio de transações corporativas da EY, em nota.

A pesquisa também constatou que os setores de vendas e marketing estão entre as prioridades das companhias no momento da integração. O estudo ouviu 200 executivos de diferentes países.  

Tópicos: Fusões e aquisições, Aquisições de empresas, Fusões, Pesquisas