Aguarde...

EXAME Fórum | 14/09/2012 15:21

“Cosan ganha muito com a compra da Comgás”, diz Ometto

Com a Comgás, a Cosan pode passar a atuar em toda a cadeia de seu negócio

DIVULGACAO

Embarque de açúcar da Cosan

Cosan: investimento em negócios complementares protege empresa de oscilações, diz Ometto

São Paulo – Depois de investir na compra do controle da ALL, em fevereiro, seguida pela aquisição da Comgás, aprovada pelo Cade esta semana, deixaram alguns analistas com um pé atrás sobre o destino da Cosan: tanta diversificação poderia prejudicar a empresa?

Rubens Ometto, controlador da empresa, garante que não. “Investimos em empresas que tenham sinergia com nosso negócio principal para nos proteger das oscilações de mercado a que os setores de infraestrutura e açúcar e álcool estão sujeitos”, afirmou Ometto, durante o evento EXAME Fórum, que acontece hoje na capital paulista.

Todo esse movimento é feito sem que a empresa deixe de lado seu principal negócio. “Nunca faremos isso, mesmo porque nossa operação em açúcar e álcool e energia está indo muito bem”, disse o emoresário.

Com a Comgás, a Cosan pode passar a atuar em toda a cadeia de seu negócio - açúcar e álcool, combustível, distribuição e postos de gasolina, além de incrementar sua receita com a atuação em um ramo de retorno maior. Enquanto a margem ebitda da Comgás historicamente gira em acima de 20%, a da Cosan no último trimestre ficou em 7,8%, estima o mercado.

Sobre a América Latina Logísta, Ometto diz ver na empresa um imenso potencial de ajudar o país a reduzir custos com logística. Em fevereiro, o usineiro pagou 896,5 milhões de reais para adquirir 5,7% do capital da ALL e tornar-se, assim, o maior acionista do bloco de controle, com 49,5% da fatia de capital.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados