Aguarde...

Leilão | 06/02/2012 14:53

Conheça o Consórcio Aeroportos Brasil, que irá operar em Viracopos

Triunfo, UTC e francesa Egis se unem para administrar um dos aeroportos mais cobiçados do país

Bia Parreiras/Viagem e Turismo

Aeroporto de Viracopos, em Campinas

Aeroporto de Viracopos: consórcio vencedor fez um lance de 3,821 bilhões de reais

São Paulo – O aeroporto de Viracopos teve o segundo maior crescimento do mundo, em 2010, e é um dos principais a operar no país. Localizado na cidade paulista de Campinas, ele passará a ser operado pelo Consórcio Aeroportos Brasil, vencedor do leilão dos aeroportos, que aconteceu nesta manhã, na BMF&Bovespa, em São Paulo.

O consórcio é formado por três empresas: TPI - Triunfo Participações e Investimentos S.A. (com participação de 45%), UTC Participações S.A. ( com outros 45%) e Egis Airport Operation (com os 10% restantes). Elas foram representadas no leilão por meio da corretora Planner. O prazo de concessão para Viracopos será de 30 anos. 

Juntas, as companhias fizeram um lance de 3,821 bilhões de reais, com um ágio de 159,75% e todas possuem ampla experiência em serviços de concessão de serviço, engenharia e operação no segmento de transporte – porém, cada uma tem uma especialidade peculiar.

Triunfo Participações

A Triunfo Participações atua, desde 1999, no segmento rodoviário por meio de suas controladas Concepa, Concer e Econorte, localizadas nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Detém também participação acionária majoritária na Rio Guaíba, Rio Bonito e Rio Tibagi, empresas que prestam serviços gerais às suas concessionárias.

Portos e hidrelétricas também estão no portfólio da companhia, que detém controle em uma sociedade autorizada a explorar o Terminal Portuário de Navegantes, através da Portonave, destinado à movimentação de contêineres. É também titular, por meio da controlada Rio Verde, de uma concessão para exploração da Usina Hidrelétrica Salto, em Goiás.

A empresa ainda possui uma área de 190 hectares no Porto de Santos, além de participação majoritária nas empresas NTL e Vessel-Log, dona dos navios Atlântico e Mediterrâneo, que fazem parte dos planos de atuar no ramo de cabotagem.

UTC

Já a empresa de engenharia industrial UTC se destaca nos segmentos de produção e processamento de petróleo e gás, petroquímica, geração de energia, siderurgia, papel e celulose, metalurgia, construção e manutenção industrial. Criada em 1974, a empresa faz gerenciamento, construção, montagem e manutenção tanto de pequenas unidades a grandes complexos integrados, inclusive plataformas offshore.

Atualmente, tem duas bases de operações offshore em Niterói e Macaé, ambas no Rio de Janeiro, localizadas estrategicamente próximas à Bacia de Campos e ao Pólo de Construção Naval da Baía de Guanabara.

Egis Airport Operation

A operadora francesa tem a concessão de 11 aeroportos no mundo todo – no total, é responsável pelo gerenciamento do transporte aéreo de 13 milhões de passageiros. Com 190 funcionários, sede na França e um volume de negócios de mais de 31,4 milhões de euros, a Egis Airport Operation foi criada em 1969 como Sofréavia, e se tornou Egis Avia em 2006, quando se juntou ao grupo Egis.

O negócio da companhia é oferecer um conjunto completo de serviços e produtos ao segmento de transporte aéreo, tanto com gerenciamento de tráfego, como de aeroportos e operações aéreas. 

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados