São Paulo - Depois de credores, corretoras e analistas, chegou a vez do povo dar sua opinião sobre a crise na OGX. No Rio, os jornais foram às ruas ouvir opiniões sobre a crise na companhia e dicas que podem ajudar a petrolífera e Eike Batista a saírem do buraco.

Ao que tudo indica, há muita gente decepcionada com o empresário pelas ruas da cidade. "Ele era um dos homens mais ricos do mundo. A pessoa tem que saber lidar com o que possui", afirmou o jornaleiro Sérgio Ferreira em entrevista ao jornal Extra. "Ele foi a maior mentira do ano", sintetizou David Portes, famoso baleiro do Centro do Rio.

Nas entrevistas, não faltou quem quisesse dar conselhos (tardios) a Eike. "Se fosse meu todo esse dinheiro, iria investir em algo com retorno garantido", comentou o autônomo Marcos Reis em entrevista ao jornal O Dia. "No lugar dele, não abriria tantas empresas”, afirmou o estudante Felipe Rodrigues.

Piedade, bom humor e esperança

Entretanto, a piedade também marcou presença nos depoimentos. "Não pode ficar abatido, na decadência. Se ele ficar assim, pode até ter depressão. Eu acredito que ele vai sair dessa", comentou a aposentada Teotônia Barreto em relação a Eike.

"Por mais que perca dinheiro, ele nunca vai ficar pobre", lembrou o universitário Guilherme Pedrosa, para consolo do empresário.

Entretanto, ainda há quem acredite que o homem por trás da EBX pode dar a volta por cima. "Eike é meu exemplo. Acho que ele ainda pode dar uma guinada. Tem que seguir em frente como o Sílvio Santos na época do banco PanAmericano", explicou o pipoqueiro Nelsinho da pipoka.

Com dívidas estimadas em cerca de 11,2 bilhões de reais, a OGX pediu recuperação judicial na última quarta. De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio, o pedido será avaliado a partir de hoje pela 4ª vara empresarial do Estado.

Tópicos: Crise, Eike Batista, OSX, MMX, Personalidades, Empresários, Empresas, OGpar -ex-OGX, Petróleo, gás e combustíveis, Indústria do petróleo