Nova York - O banco americano Citigroup indicou nesta sexta-feira em um documento enviado às autoridades da Bolsa que é objeto de uma investigação nos Estados Unidos e em outros países por possíveis manipulações das taxas de câmbio.

"Agências governamentais nos Estados Unidos e em outras jurisdições estão realizando investigações ou apresentam questionamentos sobre o mercado de divisas. O Citigroup recebeu as demandas de informação e coopera com as autoridades", afirma o documento enviado à Securities and Exchange Commission (SEC).

Segundo informações do Wall Street Journal, o FBI abriu uma investigação criminal sobre o mercado.

A Autoridade de Vigilância Financeira (FCA) britânica e a agência suíça (Finma) anunciaram nas últimas semanas investigações sobre uma possível manipulação do mercado de divisas em cooperação com outras autoridades estrangeiras, um potencial escândalo que poderia abalar as finanças internacionais depois do vinculado à manipulação da taxa interbancária Libor.

UBS, Deutsche Bank, Royal Bank of Scotland e Barclays já confirmaram que estão sendo investigados pelas autoridades.

Tópicos: Bancos, Finanças, Citigroup, Empresas, Bancos de investimentos, Câmbio