São Paulo - A cerveja Proibida, produzida pela cervejaria nordestina CBBP (Companhia Brasileira de Bebidas Premium) completou hoje duas semanas de venda. A bebida foi lançada no primeiro dia do mês em uma festa, no Recife. A partir do dia 4, a bebida passou a ser vendida no Recife e em Fortaleza.

A meta da empresa é, até o final do ano, vender a bebida em todo o nordeste, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo. A cerveja trabalha com distribuição exclusiva, são fechadas parcerias para ampliar os locais de venda. 

A empresa cearense investiu 70 milhões de reais na cerveja, incluindo a construção de uma fábrica. Foram lançadas três versões da bebida: lata, long neck e garrafa de 600 ml. A empresa ainda não tem resultados desses primeiros dias de vendas.

A Cerveja Proibida ficou famosa ao infiltrar duas garotas, supostamente tchecas, no programa Pânico na TV!, sem que a produção soubesse da ação de marketing. O programa é patrocinado pela Skol. 

Tópicos: Setores, Cerveja, Bebidas alcoólicas, Proibida