Pequim - A Lenovo Group Ltd., o maior fabricante de computadores pessoais do mundo, disse que está procurando realizar aquisições de empresas de PCs e smartphones porque a maior participação desses produtos aumentou os lucros trimestrais em 23 por cento.

“Estamos definitivamente em busca de oportunidades nas áreas de PCs e telefones”, disse o presidente da Lenovo, Yang Yuanqing em entrevista por telefone hoje. “A indústria está numa etapa de consolidação, então definitivamente temos que aproveitar a oportunidade se encontramos a empresa certa”.

A Lenovo adotará uma atitude mais “proativa” no que se refere a aquisições, disse Yang, sem especificar objetivos concretos. A Lenovo estava negociando a compra de parte da divisão de servidores da International Business Machines Corp., mas as empresas não chegaram a um acordo sobre o preço, disse uma fonte do setor em maio.

A BlackBerry Ltd. anunciou que escutará ofertas de venda depois de quase um ano em que os assessores tentaram atrair potenciais compradores. Yang não comentou se a empresa estaria interessada em ativos da IBM ou da BlackBerry.

“Neste ano, a Lenovo já esteve próxima a realizar uma grande aquisição algumas vezes”, disse Stephen Yang, analista da Sun Hung Kai Financial Ltd. por e-mail de Hong Kong. “Acreditamos que alguma coisa vai acontecer neste ano”.

O diretor financeiro da Lenovo, Wong Wai Ming, disse em janeiro que a empresa estava avaliando possíveis objetivos de aquisição e alianças estratégicas, incluindo um acordo com a BlackBerry. A empresa, com sede em Pequim e Morrisville, Carolina do Norte, afirmou em março que não tinha havido nenhuma avaliação específica da BlackBerry como objetivo.

“Eu acredito que a Lenovo possa explorar potencialmente ou comprar a BlackBerry ou formar uma joint venture com ela”, disse Jean-Louis Lafayeedney, analista da JI Asia em Hong Kong. “A BlackBerry tem uma grande quantidade de IP, que talvez a Lenovo possa precisar à medida que for aumentando as vendas de dispositivos inteligentes fora da China, principalmente nos mercados desenvolvidos”.

Yang está aguentando a queda global na demanda de PCs desenvolvendo dispositivos móveis para atrair os clientes de companhias como a Apple Inc. e a Samsung Electronics Co. As vendas de smartphones da Lenovo mais do que dobraram no segundo trimestre em relação ao ano anterior, para um recorde de 11,4 milhões de unidades, conforme a companhia informou hoje.

A renda líquida aumentou 23 por cento no segundo trimestre, passando de US$ 141,4 milhões de um ano atrás a US$ 173,9 milhões, informou a Lenovo hoje em um comunicado. Assim, superou US$ 167 milhões, a média de estimativas de dez analistas consultados pela Bloomberg.

Tópicos: Computadores, Lenovo, Empresas chinesas, Empresas de tecnologia, Smartphones, Indústria eletroeletrônica