Milão - O banco italiano Intesa Sanpaolo confirmou seus planos de sair de seu investimento de sete anos na Telecom Italia, disse o presidente-executivo da instituição, Carlo Messina, nesta quarta-feira, paralelamente a um evento.

Falando a jornalistas, Messina disse que o banco italiano não teve contato com o presidente-executivo da Vivendi, Vincent Ballore, sobre formar um acordo para controlar a Telecom Italia.

A Vivendi concordou em obter uma fatia na Telecom Italia como parte do acordo para vender a operadora brasileira de banda larga GVT para a espanhola Telefónica.

O Intesa Sanpaolo ainda tem uma fatia indireta de 1,6 por cento na Telecom Italia e disse anteriormente que venderia essa participação até 2017 para focar em seu principal negócio bancário.

Tópicos: Bancos, Finanças, Intesa Sanpaolo, Empresas italianas, Investimentos de empresas, Empresas, Telecom Italia