São Paulo - Com a aceleração das vendas no último trimestre de 2015, o Carrefour voltou a ganhar mercado em cima do Grupo Pão de Açúcar no Brasil.

Desconsiderando a variação cambial, a receita líquida da operação brasileira do Carrefour teria crescido 14,3% entre outubro e dezembro de 2015 na comparação com os mesmos meses do ano anterior. Levando em conta o impacto cambial, o resultado no Brasil é de queda de 13,5%.

Analistas chamam atenção, porém, para o fato de que a diferença entre o ritmo de crescimento das vendas do Carrefour no Brasil e do GPA voltou a crescer. "É uma clara evidência de que o Carrefour Brasil continua a ganhar market share contra o varejo de alimentos do GPA", afirmaram os analistas do Credit Suisse em relatório.

No critério de vendas mesmas lojas, que considera apenas unidades abertas há mais de um ano, o Carrefour cresceu 9,3% no Brasil no quarto trimestre, desconsiderando o impacto cambial. No mesmo período, o braço de alimentos do GPA, que inclui as bandeiras Assaí, Pão de Açúcar e Extra, cresceu 1,9%, segundo esse mesmo critério.

No acumulado do ano, as vendas do Carrefour no Brasil cresceram 12,6% na comparação com 2014, excluindo impacto cambial. No varejo de alimentos do GPA, o crescimento foi de 7,1%. Entre janeiro e novembro, a receita do varejo supermercadista cresceu 7,09%, segundo a Abas, associação que reúne as empresas do setor. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tópicos: Carrefour, Supermercados, Varejo, Empresas, Comércio, Empresas francesas, Pão de Açúcar, Empresas abertas