Paris - O Carrefour, segundo maior varejista do mundo, apontou nesta sexta-feira Charles Desmartis como presidente-executivo da holding do grupo no Brasil, enquanto busca acelerar a expansão no seu maior mercado depois da França.

A notícia da nomeação veio depois de uma reportagem publicada no site da revista de negócios Exame, na quinta-feira, dizendo que o Carrefour contratou dois bancos de investimento para preparar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de seu negócio no Brasil.

O Carrefour se recusou a comentar a reportagem.

Uma fonte próxima ao assunto disse à Reuters que o Carrefour está avaliando "todas as opções para acelerar o seu desenvolvimento no Brasil".

O Carrefour afirmou que deseja acelerar a expansão em seus dois principais mercados emergentes --China e Brasil--, mas o presidente-executivo Georges Plassat disse que ainda tem que descobrir como fazê-lo e como financiar a expansão. Plassat deixou claro que um IPO é uma opção de financiamento entre outras para ampliar os negócios no Brasil.

O Carrefour nomeou Charles Desmartis para o recém-criado cargo de presidente-executivo da Brepa Comércio e Participações Ltda (Brepa), a holding do Grupo Carrefour no Brasil, que assume a partir 4 de novembro.

Desmartis irá supervisionar todas as atividades do grupo no país: o Carrefour Comércio e Indústria, encabeçado por Luiz Fazzio e que inclui hipermercados, supermercados de bairro e serviços financeiros; e o Atacadão, o atacarejo do grupo no Brasil dirigido por José Roberto Mussnich.

"Esta organização permitirá uma nova fase no desenvolvimento do Carrefour no Brasil, marcado pela renovação da rede de lojas e aceleração da expansão", disse o Carrefour em comunicado.

O Carrefour não divulgou alvos para a expansão.

Com vendas de 12,5 bilhões de euros em 2012 e 68 mil funcionários, o Brasil é o segundo maior mercado do Carrefour depois da França, respondendo por 14,5 por cento das vendas globais do grupo.

O Carrefour é o segundo maior varejista de alimentos no Brasil, atrás do líder Grupo Pão de Açúcar, controlado pelo arquirrival Casino, e logo à frente do número um do mundo, o norte-americano Wal-Mart.

Tópicos: Carrefour, Supermercados, Varejo, Empresas, Comércio, Empresas francesas, Estratégia, Gestão, Gestão de negócios, Presidentes de empresa