Aguarde...

Parceria | 29/12/2011 11:08

Bradesco e Claro criam empresa de pagamento via celular

MPO - processadora de pagamentos móveis nasce com capital social de R$ 50.000

INFO

Caixa eletrônico do Bradesco

Além do caixa eletrônico, clientes Bradesco terão a opção de realiziar transações bancárias por meio de aparelhos móveis

São Paulo - O banco Bradesco e a Claro firmaram acordo para criar a MPO, companhia de processamento de pagamento e outros serviços por meio de aparelhos móveis.

De acordo com a ata de assembleia geral de constituição da MPO, publicada na última quarta-feira no Diário Oficial de São Paulo, a companhia irá, entre outras funções, prestar serviços relacionados à aceitação de transações e pagamentos móveis.

Será possível também a consulta de saldos e extratos de contas correntes por meio de celulares.

A MPO tem capital avaliado em 50.000 reais, representado por 50.000 ações ordinárias nominativas-escriturais, sem valor nominal.

O modelo de negócio, que ainda é desenhado pelas companhias, é semelhante ao Oi Paggo, utilizado pelo Banco do Brasil e Cielo para pagamentos e outras operações feitas por meio de aparelhos móveis.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados