Washington - O Bank of America e o Wells Fargo concordaram em melhorar seus processos para financiamento imobiliário, após autoridades estatais e federais terem dito que os bancos ainda não estão lidando adequadamente com questionamentos de clientes.

Em compromissos publicados nesta quarta-feira, os dois bancos se propuseram a melhorar a comunicação com clientes que desejam mudar seus empréstimos, depois de autoridades terem descoberto que o acordo de 25 bilhões de dólares do ano passado não corrigiu certos problemas.

Um estado -Nova York- disse que o banco Wells Fargo não corrigiu seus acordos o suficiente e acusou a instituição em tribunal federal na quarta-feira de violar os termos de acordo feito anteriormente.

O acordo feito com os departamentos federais de Justiça, de Habitação e de Desenvolvimento Urbano, e com 49 estados - foi desenhado para encerrar abusos em financiamento imobiliário.

Mas autoridades descobriram que os problemas continuaram. Bancos tinham que oferecer aos proprietários de casas representantes que revisassem seus arquivos e administrassem o processo de buscar uma modificação, por exemplo.

No entanto, estes representantes constantemente mudavam ou não tinham competência ou capacidade de resolver os problemas, disse o monitor do acordo, Joe Smith, em entrevista.

Tópicos: Bancos, Finanças, Bank of America, Empresas, Empresas americanas, Bancos de investimentos, Financiamento de imóveis, Aplicações financeiras, Mercado imobiliário, Wells Fargo