São Paulo - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está avaliando o plano de reestruturação das distribuidoras de energia do grupo Eletrobras, informou a estatal federal nesta segunda-feira.

O banco de fomento está analisando o tema em conjunto com o Banco Santander, que apresentou uma versão preliminar para o Ministério de Minas e Energia do trabalho.

"O BNDES é o maior investidor da Eletrobras depois do governo federal, então é natural que exista esse envolvimento", disse o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, em nota à imprensa.

Segundo ele, o BNDES está realizando "verificações complementares" à análise do Santander, averiguando questões como a saúde financeira das distribuidoras e a capacidade de financiamento das empresas.

"Este assunto das distribuidoras está muito ligado à questão da renovação das concessões, então depende dessa resolução. Acredito que vamos ter uma sinalização até o final do ano sobre essa questão das concessões", disse Carvalho Neto, que participou de palestra de abertura do 8o EEMODS (Energy Efficiency in Motor Driven Systems), no Rio de Janeiro, nesta segunda.

A Eletrobras já informou que trabalha com a hipótese de venda de participações em suas distribuidoras de energia deficitárias, no Norte do país, como parte do plano de reestruturação do grupo-- que busca se adequar à nova realidade de menores receitas após a renovação das concessões de geração e transmissão de energia no ano passado.

Tópicos: BNDES, Eletrobras, Empresas, Estatais brasileiras, Energia elétrica, Holdings, Empresas estatais, Serviços, Energia, Reestruturação, Gestão