Toronto - A fabricante canadense de smartphones BlackBerry pode vender alguns de seus imóveis para levantar dinheiro, afirmou o jornal Globe and Mail nesta quarta-feira.

Citando fontes que não se identificaram, o Globe disse que a BlackBerry pediu a empresas do setor imobiliário que "delineassem ideias para gerar o maior retorno possível no menor prazo possível".

A empresa está considerando a venda de algumas propriedades e então alugá-las de volta, bem como outras opções, disse o Globe.

A BlackBerry, que tem perdido participação de mercado para o iPhone, da Apple, e para os telefones que rodam o sistema operacional Android, do Google, disse no mês passado que planejava cortar 4,5 mil postos de trabalho, mais do que um terço da sua força de trabalho.

Um comunicado da BlackBerry citado na matéria afirmou que a companhia estava cortando custos e que os esforços incluíam a "otimização" de espaço.

A empresa não pôde ser imediatamente contatada para comentar o assunto nesta quarta-feira.

A companhia assinou um acordo preliminar de 9 dólares por ação para ser adquirida por um consórcio liderado pela Fairfax Financial, mas suas ações caíram para um patamar bem abaixo do preço da oferta, num sinal de que os investidores estão céticos a respeito do sucesso do negócio.

Tópicos: BlackBerry, Empresas, Imóveis, Tecnologia