Washington - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou nesta segunda-feira um empréstimo no valor de US$ 300 milhões à empresa Klabin para financiar a construção de uma nova fábrica de produção de celulose no Paraná.

A fábrica, dentro do Projeto Puma, o maior investimento privado da história do Paraná, na cidade de Ortigueira, é uma das mais pobres do estado.

O BID informou em comunicado que o Projeto Puma terá um impacto significativo no desenvolvimento de comunidades vizinhas e transformará a Klabin em uma das maiores empregadoras da região, com a criação de cerca de 8,5 mil postos de trabalho durante a construção da fábrica e 1,4 mil uma vez entre em funcionamento.

Além disso, a nova fábrica, que terá uma capacidade de produção instalada de 1,42 milhão de toneladas de celulose por ano, será auto-suficiente em energia elétrica, graças a uma instalação de biomassa de 255 megawatts que permitirá vender 56% de seu excedente energético à rede nacional.

O projeto também inclui investimentos em redes ferroviárias, estradas e instalações portuárias na região.

A Klabin S.A é o maior fabricante de papel para embalagem no Brasil e líder no mercado de papelão, caixas de papelão corrugado e sacos industriais, com 15 fábricas no Brasil e uma na Argentina.

Tópicos: Banco Interamericano de Desenvolvimento, Investimentos de empresas, Empresas, Klabin, Papel e celulose, Papel e madeira, Empresas abertas, Empresas brasileiras