São Paulo – Carlos Wizard Martins, dono do Grupo Multi, lançou há duas semanas o livro “Desperte o milionário que há em você” e afirma que todos têm potencial para enriquecer – desde que queiram. Seu grupo controla as marcas Wizard, Yázigi, Skill, Alps, Quatrum, Microlins, SOS, Bit Company, People e Smartz.

No livro, o empresário faz um relato e dá dicas, a partir da sua própria experiência, de como prosperar e atingir o sucesso no mundo dos negócios. A nova obra de Martins figura como a sexta mais vendida do gênero de autoajuda da revista Veja.

Confira, a seguir, os principais trechos da entrevista concedida pelo empresário:

EXAME.com: Por que a ideia de lançar o livro “Desperte o milionário que há em você” agora?
Carlos Wizard Martins:
Trabalhei neste livro por três anos e o momento não poderia ser mais convidativo para seu lançamento. O Brasil vive um momento ímpar, com a econômica crescendo e todos os dias no país surgem pelo menos 29 novos milionários.  

EXAME.com: E qual a fórmula para se tornar um milionário?
Martins:
O primeiro passo é ter isso como objetivo de vida. Muita gente no Brasil acha que porque nasceu em uma família pobre, essa terá que ser a sua condição sempre. Não existe nenhuma comprovação científica sobre isso e as pessoas precisam despertar. Eu acredito que sucesso acontece quando a preparação encontra uma oportunidade.

EXAME.com: Para se tornar um milionário, é mais importante sonhar ou manter os pés no chão?
Martins:
As duas coisas são importantes.   É necessário, sim, um equilíbrio entre o aspecto emocional e o racional. A pessoa precisa acreditar, mas precisa também traçar estratégias, ter um plano de ação, ter disciplina, se rodear de pessoas qualificadas e conhecer o negócio que vai lançar. 

EXAME.com: Mas todo mundo tem condições de ser um milionário?
Martins:
Tem, mas nem todo mundo almeja se tornar um milionário. Existem alguns bloqueios de ordem emocional, que fazem as pessoas nem terem isso como meta de vida.

EXAME.com: Se o senhor abrisse hoje a primeira escola de idiomas, encontraria um cenário mais favorável?
Martins:
Certamente seria mais fácil. O Brasil passou por momentos econômicos delicados desde a década de 80, com inflação nas alturas. Eu acredito que o Brasil tem uma janela de oportunidades para os próximos 15, 20 anos.

EXAME.com: Quando abriu a primeira unidade do Wizard, o senhor imaginava que chegaria aonde chegou?
Martins:
Não. Ninguém imagina. Tínhamos como objetivo inicial ter uma unidade em cada estado brasileiro e cada uma delas ter pelo menos 100 alunos matriculados. A verdade é que todo empresário sempre sonha pequeno, por isso, precisamos de tempos em tempos transformar nossos sonhos.

EXAME.com: Com os negócios do grupo Multi, o senhor já formou algum milionário?
Martins:
Nos últimos três anos, fomos responsáveis pelo aparecimento de mais de 100 milionários no país. Mas independente do setor, o passo a passo para se atingir o primeiro milhão é igual para todo mundo.

EXAME.com: O senhor demorou quanto tempo para chegar ao primeiro milhão? 
Martins:
Lembro que foram mais de cinco anos depois da abertura da nossa primeira unidade.

EXAME.com: E quantos milionários pretende formar com o livro?
Martins:
Não faço ideia, mas espero receber no futuro relatos de pessoas que a partir do meu livro deram o pontapé inicial para transformar suas vidas.

Tópicos: Grupo Multi, Empresas, Milionários, Sucesso, Wizard, Setor de educação, Escolas de línguas, Franquias